Notícias e Eventos


Como saber o nível de inglês do seu filho?

Como saber o nível de inglês do seu filho?

São muitos os benefícios do aprendizado de inglês durante a infância. A presença dos pais nessa etapa é essencial para tornar esse processo mais natural e produtivo, e por isso é importante estar sempre atento aos novos conteúdos que a criança está absorvendo. Além de perceber se o seu filho está realmente aprendendo inglês, esse cuidado também possibilita incentivar o uso de seus conhecimentos em casa.

Compreender como identificar os níveis de conhecimento do seu filho sobre a língua inglesa é extremamente vantajoso, pois permite pensar em diversas atividades e brincadeiras que se encaixem com as suas habilidades no idioma. Para ajudar você a estar ainda mais presente na educação do pequeno, elaboramos algumas dicas importantes para te ajudar a identificar se os conhecimentos do seu filho se encaixam com o nível básico ou intermediário.

Listening and speaking

Os alunos dos níveis básico e intermediário são capazes de compreender uma conversa simples, normalmente com assuntos ligados ao cotidiano e frases com enunciações concretas. A diferença entre ambos os níveis se faz, essencialmente, no domínio de um vocabulário mais extenso. Os conhecimentos de nível intermediário permitem que a criança seja capaz de dominar situações específicas do dia a dia, como uma ida ao shopping ou uma consulta médica, além de discorrer sobre sonhos ou argumentar brevemente sobre suas opiniões.

A pronúncia também é outro ponto a ser observado. Apesar de não se esperar uma oralidade extremamente próxima da nativa, os alunos de nível intermediário têm maior facilidade e articulação com determinados fonemas, como th, por exemplo.

Reading and writing

Essa diferenciação se dá em relação ao que é entendido em um conteúdo textual. Alunos com nível de leitura básico irão enfrentar uma dificuldade maior, preferindo portanto textos mais simples. Aqui, seria como comparar o conteúdo àqueles trechos que podem ser facilmente lidos por uma criança em fase de alfabetização na língua portuguesa, por exemplo.

Apesar de ainda não possuir um conhecimento extenso, o aluno intermediário poderá ler textos mais longos e complexos. Mesmo que sem entender de maneira completa algumas expressões, ele ainda será capaz de compreender a mensagem central sem grandes dificuldades.

Com relação à escrita, é interessante ressaltar a diferença na extensão dos textos que podem ser produzidos pela criança. Em um nível básico, o aluno será capaz de escrever de maneira breve, porém, demonstrando pleno domínio de vocabulários e tempos verbais mais simples. No caso de um aluno intermediário, é possível escrever uma redação maior e com boa estrutura, mas ainda sem muito desenvolvimento de fato.

Aprendizado desde cedo

A melhor maneira de proporcionar o crescimento contínuo dos pequenos é com um bom curso de idiomas, complementando o ensino da língua já presente nos currículos regulares. A infância é considerada uma das épocas mais interessantes para se investir no aprendizado do inglês, uma vez que as crianças estão em constante desenvolvimento e muito abertas para novas ideias, idiomas e hábitos.

O contato com o inglês desde pequeno oferece um desenvolvimento gradativo e confiante, com material didático pensado especialmente para a sua faixa etária e também dividindo a experiência com os colegas de turma, todos com o mesmo nível de conhecimento.

O nivelamento em escolas de inglês

Um dos principais documentos que ajudam a compreender os diversos níveis de domínio da língua inglesa e classificá-los é o CEFR – Quadro Comum Europeu de Referência. Seu objetivo é descrever os diversos conhecimentos e habilidades que o estudante de uma segunda língua deve possuir até ser considerado de fato fluente. Os níveis são divididos em três grandes categorias: falante elementar, falante independente e falante proficiente. Sua principal funcionalidade é auxiliar na programação do conteúdo explorado em cursos de idiomas ou livros didáticos, por exemplo.  

Caso você se interesse pelo tema, é possível descobrir mais alguns detalhes interessantes sobre o CEFR no site do British Council Brasil ou no portal da União Europeia.

Agora que você já sabe como identificar o nível de conhecimento que o seu filho possui da língua inglesa, confira também algumas sugestões de atividades que você pode adaptar às necessidades dele:

Como praticar inglês com o seu filho em casa

Como usar jogos para estimular o aprendizado do seu filho

Músicas infantis para ajudar seu filho na aprendizagem

Traga o seu filho para uma aula experimental na Pingu’s English!

Agora que já sabe um pouco mais sobre a Pingu’s, que tal conhecer a unidade mais próxima de você? Solicite uma aula experimental e venha para a melhor escola de inglês para crianças!

voltar para a lista de notícias