Notícias e Eventos


Como ajudar seu filho a melhorar a caligrafia

Como ajudar seu filho a melhorar a caligrafia

A escrita manual é muito importante para as vivências que acontecem dentro e fora do ambiente escolar. Por isso, uma caligrafia legível torna-se a base necessária para transmitir informações de maneira apropriada e permitir que um texto seja compreendido com clareza e facilidade. Neste post, nós explicamos qual é a relação entre a caligrafia e a alfabetização, e também contamos algumas dicas para você incentivar o seu filho a desenvolver essa habilidade em casa! Confira. 

Caligrafia e desenvolvimento motor

A partir dos dois anos e meio de idade, as crianças já começam a desenvolver as suas habilidades motoras de escrita. Nesse primeiro momento, os pequenos começam a desenhar linhas contínuas em formato de arcos, sempre em movimentos da esquerda para a direita. Ainda há preferência por superfícies maiores e o uso da mão, do pulso e de todo o braço para desenhar, uma característica normal e decorrente do desenvolvimento incipiente das capacidades motoras finas. 

Já entre os três e quatro anos, o pequeno começa a desenhar formas geométricas, como círculos e quadrados, e aos três anos e meio, começa a explorar os movimentos dos pulsos e dos dedos. Aos cinco anos, muitas crianças já dão os primeiros passos em direção à alfabetização, e aprendem as primeiras letras maiúsculas. Então, a escrita irá evoluir para a escrita cursiva, e permitir a união entre letras. A partir daí, a caligrafia torna-se uma habilidade fundamental para as crianças, e a representação das letras é parte do processo de alfabetização. 

Processo de alfabetização

Durante o processo de alfabetização, a criança aprenderá que um mesmo fonema - pequena unidade que representa o som de uma palavra - pode ser grafado de maneiras diversas. Por isso, os exercícios e a prática da caligrafia permitem que as crianças recém-alfabetizadas memorizem o sistema de representação das letras e os seus diferentes sons. 

A longo prazo, essa abordagem também se transforma em uma oportunidade interessante para praticar a ortografia das palavras, e demonstra uma grande relevância para todo o processo de alfabetização, influenciando diretamente o desenvolvimento das competências de fala, leitura e escrita. 

Prática da caligrafia: dicas importantes

Legibilidade é o fator principal

Ao incentivar o seu filho a praticar a caligrafia, tenha em mente que a legibilidade das palavras é muito mais importante do que a estética das letras. É natural que a caligrafia de cada um seja diferente, já que os traços de cada letra são individuais e refletem as características de quem as escreve. Portanto, certifique-se de que os exercícios têm sempre como propósito tornar as letras compreensíveis, e não apenas bonitas. 

Proporcione exercícios de fixação 

É importante propor atividades em que a criança possa focar no traçado de cada uma letras de maneira individual. Dessa maneira, é possível aperfeiçoar os traços e tornar os registros escritos menos confusos. Entretanto, lembre-se de não transformar o exercício de caligrafia em um ato mecânico e pedir que a criança copie palavras soltas e fora de contexto. Nesse caso, propor que o pequeno produza algum material escrito - como um pequeno poema - e depois revise-o é uma abordagem significativa e proveitosa. 

Valorize as propostas divertidas

Procurar materiais diferentes e incentivar o seu filho a utilizá-los para escrever as letras pode ser uma atividade divertida e relevante para o aprendizado! O uso de massinha de modelar torna a proposta envolvente e permite a percepção das letras de maneira espacial, o que contribui para a fixação das suas formas. Além disso, também é possível apostar em outras opções de materiais, como botões, linhas de lã ou palitos de picolé.

Outra dica é combinar com o seu filho que vocês irão procurar diversas versões de uma mesma letra em revistas, jornais, folhetos e outros materiais gráficos. Juntos, vocês podem recortar todas as letras que encontrarem e colá-las em um caderno especial! Depois, o pequeno pode escolher alguns modelos para copiar à mão. Aproveitar para recortar algumas sílabas também pode ser interessante! Em conjunto, você e o seu filho podem combiná-las e tentar formar novas palavras. Que tal? :)

Apesar de estarmos inseridos em uma era digital, escrever à mão ainda é uma competência muito importante para todos nós. É fundamental incentivar o seu filho a desenvolver as suas habilidades de escrita, auxiliando-o a alcançar uma caligrafia clara e que seja legível por todos! Se você gostou desse texto, aproveite a visita ao nosso blog e confira outros textos sobre desenvolvimento infantil e os seus processos de aprendizagem:

5 maneiras de incentivar a prática artística das crianças

Como o aprendizado de inglês pode influenciar o desenvolvimento cognitivo infantil

Traga o seu filho para uma aula experimental na Pingu’s English!

Agora que já sabe um pouco mais sobre a Pingu’s, que tal conhecer a unidade mais próxima de você? Solicite uma aula experimental e venha para a melhor escola de inglês para crianças!

voltar para a lista de notícias